91• São Silvestre

 

Gatas na preparaçao para a SS

No último dia de 2015 participamos da tradicional Corrida de São Silvestre. Desde que eu comecei a correr, sempre tive vontade de participar! E tudo conspirou para que isso se realizasse nessa última edição.

 

Amigos fantasiados para a prova

Mas você sabe qual a história da corrida? Vou contar um pouquinho pra vocês:
Tudo começou com Cásper Líbero (jornalista e advogado paulista), quando ele fez uma viagem a Paris. Como um entusiasta do esporte, lá ele se encantou com uma corrida realizada à noite, em que os corredores carregavam tochas ao longo do percurso. Voltou ao Brasil decidido a promover algo semelhante e criou uma corrida noturna a ser realizada no último dia do ano de 1925. Foi aí que nasceu a São Silvestre, que recebeu esse nome em homenagem ao santo do dia.
Em sua primeira edição, de 60 inscritos 48 compareceram para disputar a prova e apenas 37 foram oficialmente classificados, já que as regras exigiam que todos os corredores cruzassem a linha de chegada no máximo 3 minutos após a chegada do vencedor. Já pensou??? Muitos de nós não conseguiríamos participar dela atrás desses quenianos!
No início, somente homens podiam participar, sendo que eles deviam ser brasileiros. A participação de estrangeiros foi sendo acrescentada com o passar dos anos: primeiro foram aceitos os estrangeiros que moravam no Brasil. Em 1945 foram permitidos estrangeiros convidados da América do Sul. Com o sucesso dessas inscrições, foi liberada a participação de todos estrangeiros em 1947. Mas somente em 1975, quando as Nações Unidas declararam esse ano como o Ano Internacional da Mulher, que elas começaram a participar.
Muitas coisas foram alteradas desde sua criação, desde o horário da prova até a quilometragem percorrida. Hoje, apesar de ser chamada de “maratona“, a prova tem “apenas” 15 km que são percorridos pelo centro de São Paulo, onde corredores de todos os tipos se superam e se divertem.

 

Percurso da SS: reparem na quantidade de pessoas 😱

Confesso que fiquei impressionada com a quantidade de pessoas que estava presentes, não tinha visto tanta gente assim em uma corrida em São Paulo. E apesar da muvuca dos corredores e foliões, eu curti bastante. Claro que existem pontos de muita concentração que fica bem difícil desenvolver uma velocidade… Quem está pensando em se superar nessa distância, essa prova não é a ideal por esses motivos.
Mas o clima de descontração que ocorre em toda a prova motiva muito, tanto que você não se sente sozinho em nenhum momento, pois durante todo o percurso existem muitas pessoas ao seu lado, o que não ocorre em provas menores.

 

A temida Brigadeiro!

Mas e a tal Brigadeiro??? A tão temida subida… Posso dizer que esperava mais dela. Claro que subí-la no final do percurso onde já estamos um pouco cansados é desgastante, mas ela não é esse monstro todo. Dá sim para tirarmos o medo e encará-la!

 

Amigos animados com a prova 😄

Se você tem esse sonho de participar, eu recomendo! Se prepare para a muvuca e vá se divertir no último dia do ano pelas ruas de São Paulo, e aproveite a oportunidade de passar por lugares onde normalmente passamos somente na correria do dia a dia 😉

 

Gatas na SS

 

 

 

 

 

Jú ~ @julibak

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s